DSM apresenta linha de suplemento nutricional da marca Tortuga para confinamento

Durante a Expoagro Dourados, a empresa realiza mesas redondas abertas ao público com temas de interesse dos pecuaristas

Compartilhe

Receba nossa newsletter
Maio de 2015 Edição do Mês

Da Redação


A DSM, detentora da marca Tortuga para ruminantes com a exclusiva tecnologia dos Minerais Tortuga, marca presença na feira Expoagro, de 15 e 24 de maio, em Dourados (MS). A empresa apresentará seu mais recente lançamento para o segmento de confinamento, a linha Fosbovi® Confinamento com CRINA® e RumiStar™, além da novidade para suplementação a pasto, a linha de Proteicos e Proteicos-Energéticos. Para o segmento leiteiro, a DSM também apresenta no evento os produtos lançados no ano passado: Bovigold RumiStar™ e Bovigold Beta Pré-Parto e Bovigold Beta Pós-Parto (estes dois últimos direcionados para suplementação nutricional de vacas no período de transição).

Durante os dez dias de evento, serão realizadas três mesas redondas abertas ao público, com temas de interesse dos pecuaristas. O médico veterinário Renato Macedo e o engenheiro agrônomo Fábio Moraes Faria, ambos assistentes técnicos da DSM | Tortuga, ministrarão palestras curtas sobre suplementação para bovinos de leite, suplementação de pré-seca e seca, e sobre terminação de animais em confinamento e semiconfinamento. “A participação da DSM na Expoagro Dourados é essencial para estreitar o relacionamento com os pecuaristas e apresentar os benefícios das linhas de produtos da marca Tortuga que contribuem para o incremento da produção e lucratividade do negócio”, afirma André Borgia, gerente comercial da DSM | Tortuga na região.

A empresa também terá um estande exclusivo com a presença da equipe técnica da empresa, disponível para atender o público visitante e explicar as características e benefícios dos produtos lançados.

Novidades em suplementação nutricional - Os produtos Fosbovi® Confinamento CRINA® e Fosbovi® Confinamento CRINA® RumiStar™, e as versões com ureia, provêm de uma equilibrada associação dos já consagrados Minerais Tortuga e aditivos 100% naturais, como leveduras vivas, além de CRINA® e RumiStar™. A nova linha é uma combinação de diversos ingredientes e aditivos cientificamente formulados, que garantem benefícios para todos os elos da cadeia da carne:

- Indústria frigorífica: maior rendimento de carcaça, qualidade da carne, melhor aspecto e maciez, além de maior tempo de prateleira.

- Confinador: rápida adaptação dos bovinos ao confinamento, menor taxa de refugo de cocho, aumento do consumo de alimento desde os primeiros dias de confinamento, maior eficiência na digestão dos alimentos, maior ganho de peso, e menor incidência de animais com laminites e acidose.

Durante o evento, também serão apresentados os produtos da linha de Proteicos e Proteicos-Energéticos: Fosbovi Proteico 35 com Monensina, para ser usado no período da seca com adição de monensina, Fosbovi Proteico 30 com Monensina, para uso  no período das águas com adição de cromo e monensina, e Fosbovi Núcleo Proteico, voltado para o preparo de proteicos e proteicos-energéticos com a adição de uma fonte de energia. A linha contém Minerais Tortuga (Carbo-Amino-Fosfoquelatos) e Monensina, garantindo destaque diferencial entre outros produtos no mercado para suplementação a pasto.

Outro destaque a ser apresentado é o Bovigold RumiStar™. Lançado pela marca Tortuga no final de 2014 para o segmento leiteiro, o suplemento nutricional contém a primeira e única enzima que atua no rúmen e ajuda a decompor o amido do milho durante a digestão, quando utilizado no período de lactação do animal. Tal processo faz com o que o gado aumente a produção por ampliar a disponibilidade de energia para a flora microbiana.

O pacote tecnológico composto pelos dois produtos Bovigold Beta Pré-Parto e Bovigold Beta Pós-Parto traz diversos benefícios, inclusive econômicos aos produtores de gado de leite, pois reduz consideravelmente a ocorrência de transtornos no peri-parto e aumenta a taxa de prenhez.

Uma nova linha de produtos que promove uma rápida adaptação dos animais ao sistema de confinamento, menor taxa de refugo de cocho, maior ganho de peso e rendimento de carcaça. Esses são alguns dos benefícios que a nova linha de suplementos nutricional da marca DSM Tortuga promete trazer ao segmento, que pretende engordar 4,478 milhões de animais em 2015 (alta de 7,65% ante 2014), segundo dados da Associação Nacional dos Confinadores.

DSM anuncia suplementos de alta performance 

Lançado oficialmente e mundialmente, no dia 19 de março em São Paulo, os produtos da linha Fosbovi Confinamento com Crina e RumiStar prometem revolucionar a pecuária de corte no País. “São tecnologias já detidas pela DSM Tortuga e que apresentaram resultados fantásticos quando combinadas”, afirmou Carlos Roberto Ferreira da Silva, vice-presidente de marketing e vendas de Ruminantes da multinacional, durante a coletiva de imprensa.

“Os animais tratados com os novos produtos apresentaram um ganho de carcaça de até 12 kg a mais que o grupo controle, cuja ração continha monensina, melhorador de desempenho mais utilizado pelos confinadores”, explica Flávio Portela, professor da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq/USP) e responsável pela equipe científica que conduziu os trabalhos, em Piracicaba (SP).

Nos testes realizados entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015 (com 300 animais confinados em 50 baias), os resultados obtidos foram uma receita adicional de mais de R$ 100,00 por animal suplementado com Fosbovi Confinamento Crina RumiStar, que tiveram um ganho de peso de 1,82 Kg/dia. Isso comparando com um controle que teve um ganho de peso muito alto, de 1,6 kg/dia. “Mas adversidades que a gente se encontra, com condições climáticas e de manejo diferenciados, a expectativa é que o resultado apresentado seja ainda mais promissor do que o encontrado na pesquisa, que foi consagrado como excelente”, explica Luís Fernando Tamassia, diretor de Inovação e Ciência Aplicada DSM Tortuga.

Marcos Baruselli, gerente nacional de Confinamento da DSM Tortuga, explica que os novos produtos ajudam o animal a superar o estresse na fase de adaptação. “Dentro de um período de 90 dias [tempo do confinamento], a primeira quinzena é a mais crítica e, segundo as pesquisas conduzidas, o gado tratado com o Crina sente menos estresse. Ele gera mais matéria seca, consume mais e ganha mais peso”, diz.

Segundo a DSM, a nova linha de produtos contém Minerais Tortuga (Carbo-amino-fosfoquelastos). Uma equilibrada associação dos minerais Tortuga e aditivos 100% naturais como leveduras vivas, além de Crina e RumiStar. O Crina é um aditivo já utilizado na União Europeia em gado de leite que substitui o uso de antibióticos e ionóforos na ração de bovinos confinados. O RumiStar é uma enzima alfa-amilase, que atua diretamente no rúmen do animal, auxiliando na digestão do amido, melhorando a eficiência alimentar e reduzindo o custo de produção da arroba produzida no confinamento. “Com os seus compostos idênticos aos produzidos pela natureza, não existem barreiras mercadológicas. Eles são totalmente aceito no mercado europeu”, afirma Tamassia. 

De acordo com o professor Juliano de Resende Fernandes, da Universidade Federal de Goiás, que também coordenou os estudos junto com a empresa, existe um movimento crescente contra o quanto ao uso de antibióticos. “Na Europa já se confirmou quanto à proibição de seu uso, como promotores de crescimento. Nos Estados Unidos, existe uma política para a sua redução significativa", diz Fernandes.

O uso de antibióticos na criação de animais ocorre há mais de 50 anos. Atualmente, eles são as forma mais eficaz do ponto de vista custo-benefício para manter ou melhorar a saúde dos animais. Eles são usados para tratar e prevenir doenças, além de melhorar a eficiência da alimentação dos animais, o que eleva a produtividade.

Os quatros produtos que chegam ao mercado são:

Fosbovi Confinamento CRINA,

Fosbovi Confinamento CRINA RumiStar e as versões com ureia: Fosbovi Confinamento CRINA N e Fosbovi Confinamento CRINA RumiStar N.

 

Notícias Relacionadas